PERFIL PSICOLÓGICO DE PRESTAÇÃO DE FUTEBOLISTAS PORTUGUESES

  • Luís Manuel de Oliveira Marques de Almeida Faculdade de Ciências do Desporto, Universidade do Porto, Porto, Portugal.
  • Carla M. Teixeira Dept. Educação e Psicologia, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal.

Resumo

O objetivo do presente estudo foi comparar por nível competitivo, posição de jogo, idade e experiência competitiva em função da autoconfiança, negativismo, atenção, imagética, motivação, positivismo e atitude competitiva jogadores de futebol. Estudaram-se 424 futebolistas com idades entre os 18 e os 36 anos, a quem foi administrado o questionário Perfil Psicológico de Prestação. Os resultados sugeriram a realização não sistemática de uma preparação psicológica para a competição. Jogadores de nível superior evidenciaram melhores perfis psicológicos. Atuar em diferentes posições solicita diferentes competências psicológicas, promovendo, consequentemente, o desenvolvimento de diferentes perfis psicológicos. A idade e a experiência competitiva influenciam o desenvolvimento das habilidades psicológicascontudo, por si só, não garantem um nível excelente de preparação mental.

Publicado
Mar 16, 2018
Como citar
ALMEIDA, Luís Manuel de Oliveira Marques de; TEIXEIRA, Carla M.. PERFIL PSICOLÓGICO DE PRESTAÇÃO DE FUTEBOLISTAS PORTUGUESES. PsychTech & Health Journal, [S.l.], v. 1, n. 2, p. 3-14, mar. 2018. ISSN 2184-1004. Disponível em: <http://psychtech-journal.com/index.php/psychtech/article/view/psychtech-v1n2a01-2018>. Acesso em: 25 abr. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.26580/PTHJ.art5.2018.
Secção
Psicologia

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##